Foto por Alvin Smith, Flickr, Licença Creative Commons

Foto por Alvin Smith, Flickr, Licença Creative Commons

Qual é a relação entre as gavetas da sua casa e a Galinha Pintadinha? Aparentemente, nenhuma. Mas, para mim, não somente as gavetas, mas as portas de armários, enfeites, estantes de livros e vários outros pontos de nossas casas estão diretamente relacionados com a galinha azul que recentemente recebeu os parabéns por manter as crianças quietinhas 1 bilhão de vezes.

Quanto menos ‘atrativos proibidos’ à disposição da criança, menor é a necessidade de chamar a galinha para ajudar.

Criança pequena é ativa e curiosa por natureza. Desejar que ela não mexa nas coisas a seu redor, não suba na mesa de centro e não abra armários é remar contra a maré. Afinal, por que uma criança pequena haveria de saber a diferença entre um enfeite e um brinquedo ou entre um livrinho de história e o livro da mesa de centro da sala de estar? Ela simplesmente não tem ainda maturidade cognitiva para compreender por que algumas coisas são permitidas e outras não. Monitorar uma criança pequena e mantê-la longe de pontos perigosos o tempo todo cansa, física e mentalmente. E traz junto dois grandes problemas.

Leia mais →